EUA: não foi ataque à democracia