Estado e Políticas Públicas da Educação Básica na América Latina

Autores: 
Rosilene Amorim dos Anjos

Resumo

Para a pesquisa foi selecionado sete países latinos americanos (Brasil; Chile, México, Equador, Bolívia; Venezuela; e Cuba). Esses países foram escolhidos, primeiro pela necessidade de um recorte, devido ao tempo de pesquisa e, segundo por características diferenciadas no grau de submissão a uma agenda global do capital financeiro. Nesse artigo nos propomos a observar brevemente e analisar as amarras e as resistências dos países escolhidos a uma agenda estruturada pelos capitalistas.