Os novos fluxos migratórios em Santa Catarina, educação e direitos humanos

Autores: 
Janaina Santos

Resumo

Buscamos refletir sobre os fluxos migratórios recentes e a educação, sob a perspectiva dos direitos humanos, comparando discursos e práticas relacionadas às migrações dos séculos XIX e XX com as migrações do século XXI em Santa Catarina, a fim de compreender as construções sociais e discursivas, e os modos como estas impactam a vida de imigrantes e refugiados. Analisamos o acesso, importância e a (in)visibilidade da questão no âmbito educacional, não apenas para as populações migrantes mas para a própria sociedade de acolhimento, na medida em que pode contribuir para o diálogo e a inclusão de forma ampla e irrestrita. Pretendemos contribuir para a compreensão do fenômeno das migrações contemporâneas em escala global partindo do contexto catarinense. Analisamos os modos como a educação tem tratado a temática das migrações no contexto catarinense passado e atual, bem como as iniciativas institucionais, públicas ou privadas, ou ainda de caráter voluntário que buscam contribuir para uma maior acessibilidade ao direito à educação, visando a desconstrução das assimetrias de poder entre indivíduos e sociedades.