Dependência na América Latina

2 de Agosto de 2017, por IELA


O professor e presidente do IELA, Nildo Ouriques, estará em São Paulo nessa quarta-feira, dia 03 de agosto, como conferencista no curso Dependência na América Latina: um museu de grandes novidades, organizado  pelo Núcleo de Estudos do Capitalismo Dependente (NECAD), com o apoio do Centro de Pesquisa e Formação do SESC São Paulo. 

O objetivo do curso é o de resgatar o debate sobre a especificidade do capitalismo dependente latino-americano a partir da Teoria Marxista da Dependência. 

Temas como desenvolvimento e subdesenvolvimento, que estavam no centro do debate das ciências sociais entre os anos 1930 a 1980, foram sendo desidratados e secundarizados em função das transformações pelas quais passava o capitalismo, configurando um novo momento histórico que se convencionou chamar de globalização. 

Entretanto, apesar das promessas trazidas por essa nova fase capitalista, o subdesenvolvimento continuou sendo realidade histórica inexorável na América Latina. Nesse sentido, para quem quer praticar ciências sociais a partir das condições concretas da região, o caminho incontornável deve ser o de retomar o debate sobre a dependência O debate que foi atropelado pelas ditaduras militares (que interromperam ou dificultaram o livre exercício teórico daqueles que se propunham a pensar a superação do subdesenvolvimento), pela posterior reflexão sobre o processo de abertura, de democratização e pela nova fase do capitalismo: o neoliberalismo.

Especificidade que se expressa nos mais diversos âmbitos da reprodução da sociabilidade na região, ao qual o curso pretende abordar alguns: o problema urbano, o problema agrário, a questão da ideologia e da crítica das ciências sociais "colonizadas", a realidade da superexploração da força de trabalho e da transferência de excedentes produzidos internamente para os países centrais, culminando com um debate sobre os problemas atuais no Brasil. 

O curso iniciou em julho e já apresentou os seguintes módulos:

13/07 - Desenvolvimento e subdesenvolvimento: contexto de surgimento da Teoria da Dependência  
Com Karina Fernandes (USP) e Carla Ferreira (UFRJ)
Mediação: Antonio Mota (UNICAMP)

20/07 - Marxismo e pensamento crítico: diálogos latino-americanos 
Com Ailton Teodoro (USP) e Angélica Lovatto (UNESP)
Mediação: Andrei Massa (UNIFESP)

27/07 - O Acirramento da Dependência no Século XXI: novas velhas contradições do capitalismo dependente latino-americano 
Com Antonio Mota (UNICAMP) e Marisa Amaral (UFU)
Mediação: Lilian Pereira (USP)

A partir desse mês de agosto acontecem as seguintes conferências:

03/08 -  Dependência, ideologia dominante e ciências sociais na América Latina 
Com Fabio Maldonado (USP) e Nildo Ouriques (UFSC) 
Mediação: Isadora Guerreiro (USP)

11/08 - A superexploração da força do trabalho ontem e hoje 
Com Andrei Massa (UNIFESP) e Marcelo Carcanholo (UFF)
Mediação: Ailton Teodoro (USP)

17/08 - A questão agrária na América Latina
Com Joana Salém (USP) e Roberta Traspadini (UNILA) 
Mediação: Fabio Maldonado (USP)

23/08 - A especificidade da produção urbana no capitalismo dependente
Com Isadora Guerreiro (USP) e Mariana Fix (UNICAMP)
Mediação: Pablo Nava (USP)

31/08 - Capitalismo dependente brasileiro: impasses e perspectivas 
Com Virginia Fontes (FIOCRUZ) e Carlos Eduardo Martins (UFRJ) 
Com: Alessandro Chaves (UNESP)

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Ilustração: Leonardo MAthias)