Professor da UNAM visita o IELA

4 de Julho de 2018, por Elaine Tavares

Foto: Elaine Tavares
Foto: Elaine Tavares

Vindo de Buenos Aires para conhecer o Instituto de Estudos Latino-Americanos, o professor titular da faculdade de Ciências Sociais da Universidade Nacional Autônoma do México, Severo Salles, esteve na sede do IELA nessa quarta-feira, dia 04 de junho. A visita foi para conversar com os integrantes do Instituto sobre um trabalho que pretende desenvolver durante seu semestre sabático em 2020, para o qual escolheu o IELA como espaço de investigação e debate. Segundo ele, o IELA lhe pareceu o melhor lugar no Brasil para o desenvolvimento de um pensamento crítico e original sobre os problemas latino-americanos.   

Severo Salles nasceu na Bahia onde estudou até a graduação, formando-se em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia em 1963. Depois foi ao México onde se doutorou em Ciência Política pela UNAM e também esteve na França, onde fez doutorado em Ciencias Econômicas. Foi professor do Departamento de Ciência Política na Universidade Federal da Bahia e atualmente é professor titular na Universidade Nacional Autônoma do México. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Estrutura e Transformação do Estado, atuando principalmente nos temas referentes à América Latina, história contemporânea do Brasil, movimentos sociais, democracia e marxismo.

É autor de importantes livros como ‘Karl Marx e Rosa de Luxemburgo – a acumulação do capital em debate´,  `Ditadura e luta pela democracia no Brasil´, `O plano Cruzado – reforma monetária no Brasil´, `Brasil – o campo que se transforma´(que escreveu com Vania Bambirra), `A sucessão presidencial e as perspectivas da democracia no Brasil´, entre outros que tratam também do movimentos sociais e dos trabalhadores no Brasil e na América Latina. 

Na UNAM tem como projeto de pesquisa o Capitalismo, Lutas Sociais e Estado na América Latina no século XXI,  a Internacionalização do Capital e  Teoria do Valor e Movimentos Sociais e Projetos Políticos na América Latina. Também discute sistematicamente em grupos de estudo na UNAM as obras de Rosa de Luxemburgo e Karl Marx. 

O trabalho que começa agora a desenvolver e o qual deve aprofundar na sua passagem pelo IELA em 2020 é o de acompanhamento e análise do governo de López Obrador, que se inicia no dia primeiro de dezembro desse ano.

Na conversa com o presidente do Instituto, Nildo Ouriques, Severo acertou os detalhes da estadia no Instituto, conheceu as instalações e se familiarizou com a equipe de trabalho. Com ele esteve a sua companheira Maria Luna, que atua na Companhia Mexicana Teatro Línea de Sombra. Ela esteve recentemente em São Paulo no aclamado espetáculo “Amarillo”, que retrata o drama dos mexicanos que imigram para os EUA em busca de melhor vida. Ela também estará no IELA em 2020 buscando discutir a realidade do teatro no sul do Brasil. 

Foto: Elaine Tavares
Foto: Elaine Tavares