Um dia sem mexicanos

20 de Setembro de 2016, por Elaine Tavares


Imagine os Estados Unidos, centro do capital, onde os migrantes representam uma parcela poderosa da força de trabalho. Essa força que gera valor, que permite a acumulação do lucro e garante a boa vida de alguns. Agora imagine que num belo dia, o estado da Califórnia desperte sem a presença de qualquer mexicano. Imaginou? Pois isso significa a desaparição completa de quase 14 milhões de pessoas. Trabalhadores. Tem início um completo caos em todo o Estado.

Pois esse éo tema do filme "Um dia sem mexicanos" que o IELA apresenta nessa quarta-feira, dia 21, no Auditório do CSE, às 18h e 30min. O trabalho dirigido por Sérgio Arau é uma divertida crítica ao preconceito e desvela a importãncia de uma legião de pessoas invisibilizadas unicamente por sua origem latina. Vale ver.

O Circuito de Cinema Latino-Americano e Caribenho tem como proposta a discussão, não apenas do filme em si, mas também sobre as temáticas candentes da América Latina. Nesse caso, a migração e o racismo.