Uma Bolívia profunda para além das eleições

28 de Outubro de 2020, por Carlos Walter Porto-Gonçalves


Texto de Carlos Walter Porto-Gonçalves e Licio Caetano do Rego Monteiro

As recentes eleições bolivianas expõem, para além das apressadas manifestações de vitória do “socialismo” e da “democracia”, as profundas clivagens que nos atravessam como latinoamericanos no movimento desigual, segundo os calendários e as geografias. Os desafios que se apresentam no horizonte são enormes a começar pela histórica colonialidade que marca nossa formação social em que a sobreposição étnico-racial/classe se mostra estruturante. Afinal, o ódio de classe travestido de preconceito anti-indígena salta à vista e foi atualizado com o golpe de estado que apeou a cúpula masista do poder sob alegação de fraude eleitoral em 2019.

Leia o texto na íntegra aqui