Poema

9 de Outubro de 2015, por Cândice Guzman

 

Foto: Rubens Lopes - Aldeia Conquista - Município de Araquari SC
Foto: Rubens Lopes - Aldeia Conquista - Município de Araquari SC

hoje poeta ausente
sente
sangue de antigos
passado presente
reza
como que sem chão (também)
como se soubesse (também)
canta
canções antigas
que cantava com aquele bisavô
que não conheceu 
sabe
certa certezas
de onde veio poeta
Wari'
da outra margem do rio
poeta ausente hoje
é 
antes mesmo de nascer
índio
sangra 
por dentro poeta.

Cândice Guzmán - estudante Letras/Alemão