XIII Edição

Décimo terceiro congresso das Jornadas Bolivarianas

 

Quando em 1918 os estudantes da Universidade de Córdoba se levantaram em rebelião exigindo uma nova forma de ser universidade iniciava um novo tempo no ensino superior da América Latina. O protagonismo estudantil colocou abaixo velhas práticas, rompeu com o colonialismo cultural, e inaugurou o tempo da autonomia, do governo compartilhado, da extensão universitária e de democracia dentro das instituições. Foi um movimento que mudou não apenas o ensino universitário na Argentina, mas incendiou e influenciou toda a América Latina.

Já está tudo pronto para a 13 edição das Jornadas Bolivarianas que, esse ano, tratará do tema Educação na América Latina, lembrando os 100 anos da Reforma de Córdoba. Aqui, a equipe do Iela convida a todos para participar.