Operação Gedeón: o uso de companhias militares privadas na Venezuela

Autores: 
Maria Paula Baêsso Moura

Resumo

Em maio de 2020 ocorreu uma tentativa de invasão ao território venezuelano que visava um golpe de Estado no país. Após diversas denuncias vindas de todas as partes de quem seriam esses grupos invasores a mando de quem estariam agindo, descobriu-se que se tratavam de servidores da companhia militar privada estadunidense Silvercorp. A questão que ficou em aberto foi a de quem eram os mandantes e esse é o ponto que esse artigo se propõe a explorar. Através da análise do contrato empresarial e de notícias de jornais, além de denunciar o uso das companhias militares privadas, atesta-se o envolvimento direto da oposição venezuelana com incentivo dos Estados Unidos da América.