Cultura

Matar a cultura é exterminar um povo Amalgamar o marxismo com a ciência do povo não desperta entusiasmo nem de um lado nem de outro, nem da parte dos marxistas nem dos estudiosos do folclore. Dizem que estou louco, que Luis da Câmara Cascudo era um aristocrata, filho de papai rico, tomava água em copo de cristal. E mesmo depois que o pai morreu, não perdeu sua personalidade aristocrata. Marx nunca teve vida fácil em termos de dinheiro. Eu penso que no Brasil esses dois saberes científicos...