A Constituinte no Chile: expectativa de transformação

Orlando Caputo analisa a Constituinte chilena

Sinopse

O Chile instalou no último domingo (04) a sua Convenção Constituinte, na qual um grupo de pessoas, com paridade de gênero, formado por 155 membros, vai discutir e redigir a nova carta constitucional, colocando fim aos traços da ditadura Pinochetista que ainda vigoram no país. Convidamos o economista e professor Orlando Caputo para fazer uma análise destes novos tempos chilenos e aqui temos uma aula magna sobre o tema. Caputo é um dos representantes da Teoria Marxista da Dependência e fez parte do governo de Salvador Allende. Durante a ditadura viveu o exílio e hoje vive no Chile outra vez. Seu olhar sobre os acontecimentos é privilegiado visto que ele viveu intensamente a política chilena, como protagonista da história. Sobre os novos tempos ele se mostra animado com a Constituinte, mas guarda reservas sobre o processo político que elegerá o novo presidente. Ouvi-lo é passear pela história viva do Chile.