Destruição da razão, da memória e da cultura e o choque de irracionalismo

2 de Julho de 2020, por João Romeiro Hermeto


Começando a preparar um ensaio sobre a destruição da razão no capitalismo pelo capital – classe capitalista e seus satélites legitimadores –, decido preparar um breve artigo para o Instituto de Estudos Latino-Americanos para promover tanto uma reflexão nos leitores e colaboradores do Instituto, quanto uma autorreflexão no autor que vos escreve. Minha linha de pesquisa abrange o capital muito mais em sua forma histórica e estrutural, do que em suas formas fenomenais, entretanto, procuro aqui criar uma ponte entre o movimento histórico do capital e sua forma atual no Brasil. Abaixo, vereis o porquê não farei uma separação, senão analítica, de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, uma vez que a destruição da razão e o choque de irracionalismo funcionam como dois momentos de uma mesma totalidade.

Leia o artigo na íntegra