IELA na Rússia

26 de Março de 2019, por Elaine Tavares


Acontece nos dias 27,28 e 29 de março, em Moscou, Rússia, mais uma edição do Congresso Internacional de Ciências de Vanguarda, tendo como tema a “Segurança Global e o Progresso da Ciência e Tecnologia”.

A promoção do evento, que chega à sua décima edição, é da Academia Russa de Ciências e Academia Russa de Mísseis e Ciência de Artilharia, em parceria com outras entidades e movimentos tais como o Projeto de Pesquisa Avançada Mundial (WARP), o Movimento Ecológico Internacional “Planeta Vivo”, a União Internacional das Associações Públicas “União Eslava” e Movimento Público Internacional “Serviço Russo da Paz”.

O Congresso reúne dezenas de estudiosos internacionais de institutos de pesquisa e de universidades da Rússia, Noruega, França, Venezuela, Alemanha, México, China, Brasil, Vietnã e Cingapura que buscam compartilhar os avanços das pesquisas na área da segurança e discutir a geopolítica global que tanto tem demandado o uso das forças militares.

O professor Nildo Ouriques, presidente do IELA, participa do Congresso como convidado e também fará uma explanação sobre o tema: "Segurança Global e o papel do Brasil no sistema global multipolar, controlado pelos EUA, União Européia, China e Rússia".

A Academia Russa de Ciências (RAS) foi fundada em 1724 por ordem do Imperador Pedro, o Grande e  reorganizada em 1925 como a Academia das Ciências da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. Em 1991 foi restaurada sob o seu nome atual pelo Decreto do Presidente do Conselho da Federação Russa. É mais alta instituição científica autônoma da Federação Russa e sua principal tarefa é promover a pesquisa fundamental em Ciências e Humanidades, conduzindo investigações científicas de longo prazo intimamente ligadas ao desenvolvimento industrial. Também busca estudar novas possibilidades de progresso técnico e promover a máxima aplicação prática de conquistas e desenvolvimentos científicos.

Todos os membros da Academia Russa de Ciências são eleitos. O órgão de decisão mais alto é a Reunião Anual, que acolhe todos os acadêmicos e membros correspondentes. Dentro da Academia há 18 divisões em áreas específicas da ciência, nas quais todos os membros estão envolvidos de acordo com seus interesses científicos. A Academia Russa de Ciências mantém amplos contatos com organizações científicas estrangeiras e internacionais, sendo membro de mais de 230 órgãos científicos internacionais.

Sede da Academia Russa de Ciências, em Moscou
Sede da Academia Russa de Ciências, em Moscou