Colômbia vota hoje para presidência

27 de Maio de 2018, por Elaine Tavares

Gustavo Petro pela paz
Gustavo Petro pela paz

Nesse domingo a Colômbia escolhe seu novo presidente na primeira eleição depois do acordo de paz, que ainda gera conflitos. Seis são os candidatos que estão concorrendo, tendo de fazer a metade mais um para vencer na primeira volta. As FARCs, que iriam participar da eleição com candidatura própria estão fora da disputa por conta dos problemas de saúde que acometeram o candidato Rodrigo Londoño. A senadora Piedad Córdoba também havia oferecido o nome, mas não registrou a candidatura.

Dentre os candidatos apresentados o nome que está aglutinando o maior número de apoio no campo da esquerda é o de Gustavo Petro, que já foi prefeito de Bogotá e atualmente é senador da República. É candidato pela coligação Petro Presidente. 

Os demais candidatos são Germo Vargas Lleras, Sergio Fajardo, Humberto de la Calle, Jorge António Trujillo e Iván Duque.

A polarização está entre Gustavo Petro, que articula as forças à esquerda e ao centro, e Iván Duque, que representa o conservadorismo com a cara jovem, tendo como aliado o nefasto Álvaro Uribe. 

Gustavo, que já pertenceu ao grupo guerrilheiro 19 de abril (M-19) tem tido muito respaldo desde que governou Bogotá e poderá contar com o apoio de muitas lideranças das FARCs. Ele trabalhou durante sua campanha a intenção pelo respeito ao acordo de paz, ao contrário de Duque que promete esquentar a chapa, caso seja eleito. De qualquer forma, o abstencionismo deverá ser alto.